segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

O cheiro de canela misturado com o cheiro do café que vem da cozinha me faz lembrar os nossos dias juntos, de repente uma saudade toma meu coração, eu fico assim, meio azeda, meio na minha, sem querer olhar pra nenhum rosto que não seja o teu, as pessoas me irritam fácil e isso por elas não serem você. Vem e me adoça, ainda da tempo, antes que eu me afogue nessa afago.



Olha, faça um favor para mim, antes de tremer as pernas pelo inconquistável e apagar as luzes do mundo por um único brilho falso, olhe dentro de você e pergunte: estupidez, masoquismo ou medo de viver de verdade?

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

 Um coração como poucos. Um coração à moda antiga.
Eu tom me sentindo como uma menina de doze anos que se apaixona pela primeira vez, é o mesmo frio na barriga, a mesma vontade de ta perto e tudo na minha mente parece se encachar tão bem. Eu me perco no meus pensamentos contigo, lá é onde eu te encontro, é onde eu me enlaço, é onde eu te tenho só meu e de mais ninguém. As vezes eu fecho os olhos pra tua imagem não sair da minha mente, eu lembro do teu cheiro e é como se eu o sentisse. Você me causa sensações que a muito eu não sentia e isso me faz bem,  seu sorriso me faz bem, seus olhares me fazem bem, o barulho da sua respiração me faz bem, tudo em você me faz bem e o que não me faz me diverte. Eu só quero que você esteja aqui, só meu ou não, esteja.

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Meu beijo é teu por direito. Pra dá-lo a ti sou capaz de dar a vota ao mundo.
    -Los Hermanos

Eu seria capaz de te pedir  pra ficar, seria capaz de pedir pra me deixar te olhar dormir um pouco mais, te pediria pra mim, todo pra mim, sem dosagem ou pequenas porções, eu seria capaz de não medir esforços pra te ter, me declararia, te ligaria pra dizer que te preciso, mas esse medo, essa maldita insegurança me impossibilita. Sabe, tudo o que eu sempre quis tem em você, eu gosto de ter tua atenção, gosto de como me olha nos olhos e segura minha mão, gosto mais ainda quando rimos juntos ou quando apenas você rir e eu te observo. Eu gosto tanto de você. Você me ganha um pouco mais a cada pequeno gesto, eu sinceramente acho que eu sou sua, é eu acho.

domingo, 27 de novembro de 2011

Por favor, não vá embora. Fique.
Eu só queria entender o que ta acontecendo comigo, eu já me machuquei tanto com essa historia de gostar ou de pensar gostar, mas quando eu to perto de você eu não me importo com as consequências que isso pode trazer, eu só quero que se eternize você aqui perto de mim, eu queria entrar pelos teus olhos e me refugiar no teu coração, sei que lá estaria segura. Eu gosto tanto do teu riso, gosto do teu cheiro, gosto dos teus cabelos, da cara que você faz quando me olha, gosto do som da sua respiração, gosto da sensação que você me causa. As vezes eu quero morrer, mas exito, não quero ir a lugar algum sem você, eu só quero te cuidar, te namorar, te fazer feliz. Eu to aprendendo a te amar, as vezes meu medo me consome, mas dessa vez eu não vou deixar que isso me empesa de demonstrar o que eu sinto, mesmo que eu não te tenha você não deixará de me ter.

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Hoje eu acordei com novas perspectivas e logo elas foram embora, coloquei a nossa música no ultimo volume, enchi a caneca de café e esvaziei meus olhos que carregados de lagrimas estavam. Queria que fosse fácil esvaziar o coração, tirar tudo o que ta fazendo tumulto aqui dentro, tirar tudo o que ta me machucando e enxergar além da margem de tudo isso. Eu queria sentir teu gosto doce e teu cheiro suave, queria que teus olhos olhassem nos meus e ouvissem o que eles gritam, queria que você percebesse que toda essa tristeza é causada pela ausência da tua reciprocidade, e o que mas me sufoca é você me fazer tão bem, é eu precisar tanto da tua companhia e não conseguir te deixar ir, não que o que eu sinta te prenda, acredito que isso nem passe pela tua cabeça, mas não sai do meu coração, dos meus pensamentos, isso não sai de mim. Eu vou por um sorriso largo no rosto, fechar os olhos quando eu fraquejar e as lagrimas quiserem cair, e vou dar um passo de casa vez, e assim vou vivendo, vou aprendendo e guardando tudo de nós pra mim.
Nem parece ser primavera, afinal, as folhas das árvores la fora encontraram-se ao chão como no outono e aqui dentro faz frio como no inverno. Durante muito tempo eu quis que você aparecesse, eu quis conhecer alguém assim como você, e me apaixonar assim como aconteceu. Eu deveria me arrepender devido toda a dor que isso ta me causando, mas não me arrependo, não lamento por ter de chorar todas as noites com isso me sufocando.

quarta-feira, 2 de novembro de 2011





Preciso de segurança, de amor, 
de compreensão, de atenção, 
de alguém que sente comigo e fale: Calma, eu estou com você e vou te proteger! 
Nós vamos ser fortes juntos, juntos, juntos 
CFA

terça-feira, 1 de novembro de 2011

04:04
Te dou…
Um Céu cheio de Estrelas
Feitas com caneta bic
Num papel de Pão.
Zeca Baleiro 


Tenho pensado muito em você, eu também penso em outras pessoas é claro, mas quando penso em você é diferente. Eu torso pra que você me ligue, mande mensagem ou algo do tipo, rio quando lembro do que conversamos momentos passados e choro quando meu medo me invade, já fazia algum tempo que eu não me sentia assim tão insegura de mim. Eu não sei se isso é bom, eu realmente não sei.
Novembro
                  sê bem vindo
É medo, é angustia, é insegurança, é dor, é saudade, é você que perturba meu coração

sábado, 29 de outubro de 2011


Eu não quero mais ficar chateada, não quero mais brigar com que eu amo, não quero mais chorar por perdas irreparáveis. Eu quero um amor de mãe, um amor recíproco, o amor de alguém que olhe pra mim e se veja, alguém que possa aprender a me amar e que escolha me amar, eu quero alguém que vá ao meu encontro esteja onde eu estiver, eu quero alguém que me faça esquecer em meio a risos que as coisas não estão nada bem, eu quero um abraço demorado, quero uma música mal cantada, quero olhos dentro dos meus, quero beijos roubados, quero horas iguais, e pra ser sincera eu que seja você e com você, eu te quero um pouco mais a cada dia que passa. Eu queria que você soubesse, mas meu medo de perder o pouco teu que me pertence me limita.

Texto de Alisson Victor moderado por Sara fornaci. 

sexta-feira, 21 de outubro de 2011


Um pouco mais de nós, por favor. Me faça ter uma overdose de você, chega de overdose de saudade, chega de desejos escondidos, chega de só querer.Vem, surpreenda-me essa noite, não me traga flores, mas, me traga você, sem metades nem meios termos, você inteiro. Não precisa ficar, mas não deixe de vir. Senti, assista comigo, deite no meu colo, fale idiotices, diga verdades, me faça rir, me peça um beijo a cada trinta segundos, faça essa noite de frio inesquecível.

quarta-feira, 19 de outubro de 2011


Acorda-me antes do amanhecer e diz-me o quão estás feliz.



E de repente as coisas perderam a direção.
Jogue pedras em minha janela e me espere lá fora com flores do jardim da casa vizinha, perturbe meu sono com mensagens de madrugada pedindo-me que pare de sonhar contigo, faça declarações ridículas que me façam te amar mais, cale minha boca com beijos apaixonados, me faça sentir saudades, me arraste pra um divertido banho de chuva, diga que eu sou feia e faça caretas bobas pra me fazer sorrir, não faça minhas vontades e me obrigue e fazer as suas, me ligue em dias de chuva e diga que me quer por perto, da-me uma estrela, faça com que eu me sinta melhor quando eu não estiver bem, lembre-me sempre que eu posso confiar em você, isso é importante. Me faça feliz o tempo que estiver aqui e se caso você se for eu guardarei o melhor de nós.

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

sábado, 10 de setembro de 2011

Vinculo

Eu nunca pensei que eu fosse suportar um ano de saudade, mas eu consegui! Nenhum desses dias foi fácil, eu tive que aprender da maneira mais difícil conviver com suas lembranças, nunca imaginei que fossem causar tanta dor. Eu suportei cada dia esperando que você voltasse. Um ano e eu não apaguei suas mensagens, mesmo eu sabendo que cada eu te amo ficou pra traz, o nosso porta-retrato continua no mesmo lugar e eu ainda ouço todos os dias a nossa canção. Eu ainda te amo mas não posso mais fugir da realidade, não posso mais chorar todas as noites, não posso mais fingir de olhos fechados que você dorme ao meu lado, eu preciso de uma realidade de olhos abertos e você não sabe o que eu faria pra que você estivesse aqui todas as vezes que eu acordasse, você não sabe o que eu faria pra ao menos ouvir tua voz, ao menos sentir que você esta pensando em mim, você não sabe o que eu faria por você. Eu vou esperar, vou esperar um ano, dois... quantos precisar e eu vou ignorar a sensação de esperar pelo que não volta e vou apenas suportar.
6 de setembro.

06:06 da manhã, propositalmente o despertador me acorda a essa hora. Achar meu celular na cama, pairar durante alguns minutos pensando em tudo em nada ao mesmo tempo, tomar impulso e sair da cama. Banho quente, achocolatado gelado e sair. O frio no meu rosto, a música alta no fone de ouvido, meus passos rápidos se igualam aos que andam pela calçada, então passo a reparar um casal que vai a minha frente; eles parecem felizes.  Depois que eles viraram a esquina e eu segui em frente fiquei imaginando um futuro pra eles. Ele a pediria em casamento em uma noite de boliche com os amigos, no dia do casamento  eles fugiriam e fariam votos de fidelidade sozinhos, só eles e a força que os unia. Todas as manhãs do reto das suas vidas eles tomariam café da manhã juntos, mesmo que estivessem brigados. Quando ela ficasse irritada com ele ela o chamaria pelo nome completo(eu imaginei vários, querendo sempre um só) e ele ia correr atras dela e quando a alcançasse ele pediria para ela repetir e pausadamente ela repetiria e ele a beijaria depois de uma sessão de cóssegas. Fiz inúmeros planos imperceptíveis para os dois, planos esses que eu bem sei que são nossos. Não concretos, não praticados mas nossos.

sábado, 3 de setembro de 2011


Depois de tempos difíceis, tempos em que a ventania muito mais do que esvoaçar seus cabelos tenta te arrastar é possível se reconhecer forte depois de noites e noites murmurando ser fraco. Quando eu mais precisei foi em Ti que eu encontrei tudo o que eu precisava, quando tudo que eu tinha eram lagrimas Tu as tomou pra Sí e nada mais posso fazer se não te agradecer. Obrigado Deus por tudo, obrigado Deus por tudo.

quarta-feira, 24 de agosto de 2011



Dizem que amigos verdadeiros podem passar longos períodos sem se falar e jamais questionar essa amizade. Quando eles se encontram, independente do tempo e da distância, parecem que se viram ontem, e nunca guardam mágoas ou rancor. Entendem que a vida é corrida, mas que você os amará pra sempre. 
(Moacir Kildery Reis, minha maior prova que o amor existe e resiste a distância)

sábado, 20 de agosto de 2011

Sei apenas que eram dias de primavera, e logo veio o verão; viram folhas cair no outono, sentiram o calor do corpo um do outro no inverno. A cada dia eles se amavam mais e a noite já não era mais solitária, eram eles e a lua. Eram eles e eles eram um, bons tempos aqueles e que nunca voltaram.  Ele trazia flores pra ela colhidas no campo e ela tomava aquilo como provas diárias de amor, ele não precisava gritar para o mundo todo ouvir que ele a amava bastava um sussurro ao pé do ouvido. Ela era tudo o que ele tinha e vice-versa. Era amor, amor de verdade,coisa que já não existe mais; amor como o deles são apenas de primaveras e não duram até o verão.

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Não. Essa música não. Hoje não. Agora não. Por favor não. Essa melodia me faz tremer, cada letra grita você e é claro, grita essa droga de amor que eu ainda sinto por você. Eu queria um dia, um único dia, me dedicar a mim mesmo sem precisar pensar em você; parece que você esta gravado no meu cérebro de maneira que pessoas, lugares, números, sons, cheiros me lembrem você. E eu odeio isso, odeio ter que te amar todos os dias, odeio ter que conviver com essa ausência, eu odeio ser maltratada.  Eu não quis que as coisas fossem assim, eu só quis que fosse amor e mais amor, mais as coisas fugiram do meu controle (se é que um dia estiveram) e você agora é só uma aventura e eu sou apenas uma vaga lembrança. Se eu soubesse o desfeche que teríamos, eu teria vivido cada instante com mais intensidade, teria me entregue por inteiro, assim não sobraria metades. 

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

quinta-feira, 11 de agosto de 2011


Por a cabeça no travesseiro e pensar em tudo, tem se tornado mais difícil a cada dia. É a distancia, a saudade, a solidão, a ausência, é tudo. Se ontem eu precisava de você, hoje eu preciso mais e eu temo em amanhã precisar mais que hoje, porque eu já cheguei do limite. Eu to cansada dessa rotina: acordar sem você, passar o dia sem você, a noite sem você, não ouvir sua voz, não saber se você ta pensando em mim, não te ter.   Eu espero que essa vaca nunca te faça passar pelo que eu to passando, eu te amo de mais pra te ver sofrendo assim.

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Todas as noites antes de dormir, eu guardo o celular debaixo do travesseiro na esperança de que no meio da madrugada , você me acorde com uma mensagem. Não espero por uma mensagem que diga que você me ama, que diga que vai voltar, só espero que você diga que está com saudades. Quando eu acordo a primeira coisa que eu faço é olhar se você me mandou algo e eu não vi, confesso que eu sinto algo apertar dentro de mim ao ver que foi mais uma noite que você passou sem sentir minha falta, talvez você nem lembre mais de nós. Eu posso parecer boba, idiota, tola o que for, mais eu não me importo, eu não desisto de nós.

E aos poucos a vida vai me mostrando, por quem eu devo lutar e de quem eu devo desistir.